7 Passos para planejar e ter mais resultados em 2018

A economia já dá sinais de recuperação e já vemos indicadores positivos no setor de turismo. 2017 está acabando e considero fundamental fazer balanço do ano e planejar as metas para 2018. Mas, como planejar sua empresa, seja uma agência de viagens, operadora, hotel, pousada ou restaurante, para aproveitar os bons ventos que começam a soprar e ter mais resultados? 

Antes de falar como planejar, gosto de enfatizar a importância do planejamento nas pequenas empresas. As grandes empresas de turismo normalmente reúnem suas equipes, em local diferente da rotina de trabalho, para fazer planos. Nas pequenas empresas, os empresários normalmente estão tão envolvidos com a rotina, que quase nunca conseguem parar e refletir sobre os seus negócios. E aí, fica difícil mudar a sua situação, não é? Quem não define o destino pode embarcar em qualquer furada, não acha?

Então agora é  hora de focar, de encontrar uma brecha, um nicho de mercado onde sua empresa pode fazer A diferença.

Como planejar para ter mais resultados em 2018?

Então, aqui vão 7 passos planejar e ter mais resultados em 2018:

#1 – Defina a missão da empresa, ou seja, o seu propósito, para que essa empresa foi criada, bem como a visão de futuro e os valores norteadores.

# 2 – Estabeleça seus diferenciais mercadológicos, ou seja, como você quer ser reconhecido no mercado. Se alguém fosse apresentar sua empresa para uma plateia, como seria essa apresentação?

#3 – Estabeleça objetivos claros e quantificáveis: aumentar o número de clientes em 15%, por exemplo, pode ser um bom objetivo para compensar a queda do valor médio da compra dos seus clientes. Ou incrementar o faturamento em x%. É importante que você possa mensurar esses indicadores.

# 4 – Faça a análise SWOT, ou seja, coloque no papel as forças e fraquezas da sua empresa (aspectos positivos e negativos internos). Sua agência de viagens pode ter, por exemplo, pouca presença online, ou atendimento ao cliente deficiente. Como também pode ter excelente localização. Liste também as variáveis externas, que são as ameaças e oportunidades, que você não tem poder de influência, mas que afetam o seu negócio. Alguns exemplos: desvalorização do real, queda do poder aquisitivo do brasileiro, atentados terroristas na Europa, etc.

# 5 – Defina as estratégias – a direção estratégica está relacionada com os objetivos que a empresa deseja atingir num determinado espaço de tempo. Lembre-se de considerar seus pontos fortes e fracos. E claro as variáveis externas também. Se sua agência tem, por exemplo, pouca presença online seu planejamento deverá contemplar estratégias para alterar essa situação. Assim, seu plano deverá prever que a economia está aquecendo e que milhares de brasileiros devem voltar a viajar mais.

#6 – Elabore o plano de ação, que é colocar no papel o que será feito, por quem, quando, como, etc…. Se você não tiver tudo bem definido, corre o risco de seu plano nunca sair do papel.

# 7 – Mensure os resultados – como saber se suas estratégias estão dando resultados? A única forma é comparar os indicadores (número de clientes, faturamento, etc.) no início do processo e após determinado prazo (pode ser 6 meses, 12 meses, 24 meses….). Os resultados estão diretamente ligados aos objetivos que você desenhou no início do processo.

Experimente começar um ano novo de uma forma diferente! Desenhe o plano estratégico para 2018! Sua empresa agradece!

Se você conhece alguém que pode aproveitar esse post, por favor compartilhe. E se precisar de ajuda para fazer o planejamento da sua empresa, entre em contato conosco.

About the Author:

Sou Marta Poggi e Borges: consultora, conteudista, autora, blogueira e palestrante de turismo e marketing digital, fundadora do Blog Agente no Turismo e Sócia da Strategia Consultoria. A minha missão é auxiliar destinos como o seu ou empresas turísticas como a sua a melhorarem seus serviços, estruturas e comunicação com o mercado.

Leave A Comment