O Legado da Copa e Turismo Receptivo No Brasil

Apesar do vexame em campo, a Copa no Brasil foi um sucesso, ao contrário do que muitos esperavam. Poucos incidentes e acidentes aconteceram e nossas previsões de caos nos aeroportos, rodovias, etc, felizmente não se concretizaram.

Diversos veículos de comunicação apresentam os números, como 700 mi de turistas estrangeiros que vieram ao país, gerando receita de R$ 30 milhões para o país. Os dados sobre uso de redes sociais também são interessantes: 350 milhões de pessoas usaram Facebook durante o Mundial, sendo 3,5 milhões de postagens só nas arenas.

Mas, certamente o país e principalmente os destinos e as empresas turísticas que trabalham com receptivo, vão colher frutos desse evento durante um bom tempo. É óbvio que é necessário fazer a lição de casa e estruturar produtos inovadores e de qualidade, trabalhar boas campanhas promocionais, enfim, nos aperfeiçoarmos para sermos cada vez mais competitivos.

Ficou explícito durante o Mundial, que o povo brasileiro (como já sabíamos) é muito hospitaleiro e receptivo. Além da percepção dos turistas, o técnico da seleção holandesa, quando perguntado sobre sua avaliação do Brasil, deixou claro que a hospitalidade do povo brasileiro o surpreendeu, todas as vezes em que esteve no país.

Precisamos aproveitar esse diferencial e trabalhar a nosso favor como uma vantagem competitiva. Porém, é bom que lembremos que simpatia e alegria não são suficientes para que o Brasil recebe mais turistas estrangeiros. Há uma séria de questões importantes relacionadas à infraestrutura, marketing, gestão e etc., que são fundamentais. Mas, a nossa matéria prima é valiosa e temos que aproveitar, não?

By | 2017-06-03T13:48:35+00:00 julho 15th, 2014|Agências e operadoras de turismo|0 Comments

About the Author:

Sou Marta Poggi e Borges: consultora, conteudista, autora, blogueira e palestrante de turismo e marketing digital, fundadora do Blog Agente no Turismo e Sócia da Strategia Consultoria. A minha missão é auxiliar destinos como o seu ou empresas turísticas como a sua a melhorarem seus serviços, estruturas e comunicação com o mercado.

Leave A Comment