COPA 2014: Gols, Amarelos e Vermelhos no Turismo

É inevitável falar sobre a Copa. Em todas as mídias, o tempo todo, só se fala do Mundial. Não é para menos: muita gente trabalhou duro para que o evento fosse um sucesso. E muita gente, teve sua rotina prejudicada , seja no trânsito ou nos negócios, em função da Copa. E milhares de pessoas, do mundo todo, estão acompanhando e torcendo por suas seleções.

Vamos, então, pontuar alguns gols, cartões amarelos e vermelhos deste grande evento.

Gols da Copa FIFA 2014:

A hospitalidade do povo brasileiro é nata. E essa é uma grande característica, que deve ser explorada na divulgação dos nossos receptivos.

– O exemplo FANTÁSTICO dos torcedores japoneses, que limparam a arena ao término do jogo.

– A alegria dos argentinos contagiou o Maracanã e muitos brasileiros.

Cartões amarelos:

– A falta da execução dos hinos de Honduras e França. Será que ninguém testou o equipamento antes, lá no Beira Rio? Que chato, né?

– Um ou outro problema de mobilidade para acessar os estádios.

Cartões Vermelhos:

– A abertura da Copa foi uma lástima: desde tapete enrugado, a coreografia imperfeita, o delay no playback do trio (Pitbul, Lopez e Leite), até o chute inicial que ninguém viu, etc. Ok, tem também a vaia e os palavrões dirigidos à presidente, mas isso já foi super comentado, né?

A imensa fila em Brasília, por falta de agilidade na entrada da arena,  fez com que muitos torcedores só conseguissem vinte minutos após o início do jogo.

O balanço até agora é positivo. Vamos torcer para o nosso Brasil bater um bolão em termos de receptividade, para que a nossa imagem seja bem positiva mundo afora. Bom jogo!

 

By | 2017-06-03T13:48:36+00:00 junho 17th, 2014|Marketing de Destinos Turísticos|0 Comments

About the Author:

Sou Marta Poggi e Borges: consultora, conteudista, autora, blogueira e palestrante de turismo e marketing digital, fundadora do Blog Agente no Turismo e Sócia da Strategia Consultoria. A minha missão é auxiliar destinos como o seu ou empresas turísticas como a sua a melhorarem seus serviços, estruturas e comunicação com o mercado.

Leave A Comment